Festas e férias exigem segurança reforçada nos condomínios

Na lista de prioridades dos condomínios a segurança desponta como a mais importante. E é no verão, período de férias e festas, que os cuidados devem ser redobrados.

“Nesta época do ano, tanto a família viaja – deixando o apartamento desabitado – quanto você recebe mais visitas em casa. Tudo isso favorece a ação dos meliantes, que se passam por prestadores de serviços”, explica a delegada Carla Ramos, titular do departamento de furtos e roubos da Polícia Civil.

Nessas circunstâncias, inibir furtos e arrombamentos depende de uma série de fatores, sendo o mais importante o cumprimento das normas de segurança do prédio.

“Criar cláusulas na área de acesso de pedestre – para que visitantes possam ser questionados – é um diferencial”, acrescenta Jodson Edington, especialista em segurança patrimonial. Além disso, segundo o especialista, investir em recursos tecnológicos ajuda a minimizar custos e ter mais agilidade no acesso à vigilância.

Segundo o presidente do Secovi-BA, Kelsor Fernandes, para manter um condomínio seguro, a colaboração entre síndicos, administradores, funcionários e condôminos é ainda mais importante.

“Não adianta estipular normas e comprar equipamentos mais modernos sem treinamento adequado para funcionários e o cumprimento destas normas”, afirma.

Pode-se relatar a um vizinho de confiança que vai estar fora por determinado período, mas é preciso filtrar que tipo de informação e com quem você as compartilha.

 

Erros básicos

“Deixar chaves nas portarias e comentar com toda e qualquer pessoa quanto tempo vai ficar fora e o que há em casa são erros básicos. É preciso proteger as informações”, aponta Edington.

A colaboração entre condomínios e órgãos públicos de segurança também funciona como um grande aliado. “Importante que a sociedade se organize, denunciando e relatando qualquer movimentação estranha à polícia”, indica a delegada.

 

Fonte: atarde.uol

 

ebook

Posts recomendados