Saiba quais são as funções do porteiro no condomínio

funcoes-porteiro-condominio-01O porteiro é um dos profissionais mais importantes do condomínio, já que autoriza as entradas e saídas do local. Além disso, é uma figura tradicional, pois traz a ideia de cordialidade, confiança e amizade. Mas, além disso, você conhece todas as funções do porteiro no condomínio?

É importante lembrar que um porteiro precisa da ajuda dos moradores e do síndico para cuidar da segurança do local. Como não pode abandonar o seu posto de trabalho, é imprescindível que as pessoas saibam o que podem ou não solicitar a este profissional.

Conheça as principais funções do porteiro no condomínio

Se você é síndico ou mora em condomínio deve estar por dentro das principais tarefas e condutas do porteiro, que são:

Controle de acesso ao condomínio

Sempre que um visitante chega ao prédio, o porteiro deve avisar via interfone. O próprio morador deve liberar ou não a entrada da pessoa. Para sua própria segurança e do condomínio, o porteiro precisa ficar dentro da portaria e sempre se comunicar com os visitantes por meio do interfone. Mesmo que alguém o chame fora do prédio, deve evitar sair para não ser abordado.

Caso o profissional tenha dúvidas para reconhecer ou liberar a entrada de algum visitante, pode solicitar que o morador compareça até a portaria. Nesse período, o visitante deve esperar do lado de fora. Mesmo que existam visitantes regulares é importante que o porteiro peça a autorização do morador, todas as vezes que a pessoa for adentrar ao condomínio.

Recebimento de pedidos e encomendas

Para delivery ou entregas dos Correios, é interessante que o porteiro avise o morador para que retire o pedido pessoalmente, na portaria. Isso evita a entrada de estranhos no local. Se o morador estiver ausente, o porteiro pode fazer o recebimento.

Nesse caso, o profissional da portaria pode entregar os pacotes recebidos no final do turno ou então, os moradores podem retirar as encomendas na portaria. Isso vai depender das normas de cada condomínio.

funcoes-porteiro-condominio-02

Prestadores de serviços

O porteiro pode liberar a entrada de funcionários de empresas de Internet ou TV a cabo, por exemplo, somente se houverem solicitações feitas por moradores. Caso contrário, deve confirmar a informação antes de autorizar. Pode também entrar em contato com a empresa responsável, para verificar se o funcionário trabalha mesmo lá.

O mesmo procedimento pode ser feito com funcionários de companhias de luz, gás ou água. Após liberar a entrada desses profissionais é importante sempre registrar o nome completo e outros dados que identifiquem a pessoa.

Quando tiverem obras em andamento no local, a entrada deverá ser liberada somente para funcionários autorizados pela prestadora de serviços. Se houver alguma mudança, o síndico, o porteiro e o zelador devem ser avisados de antemão.

Trato com os moradores

O porteiro é muito importante para dar assistência aos moradores, desde que esteja realizando suas funções. Ser cordial e simpático também é fundamental. Além disso, deve estar sempre ciente e colaborar com o cumprimento do regimento interno do condomínio. Pois, se acontecer qualquer anormalidade em seu horário de trabalho, o porteiro deve informar o ocorrido ao síndico e ao zelador.

Como o porteiro pode ter mais segurança e produtividade?

Para zelar pela sua própria segurança, o porteiro deve evitar deixar a portaria ou ter conversas muito longas com outros funcionários e moradores. Evitar comentar sobre o seu cotidiano, fora do trabalho, também é essencial para evitar ações mal-intencionadas.

Para o conforto e segurança do profissional, o condomínio deve providenciar uma portaria blindada, com linha telefônica própria e com boas condições de trabalho, como um bom espaço e ventilação. Oferecer treinamentos também é fundamental para a produtividade no trabalho. Por isso, contratar porteiros de empresas terceirizadas de confiança pode ser um ótimo custo-benefício: os funcionários são capacitados e sempre atualizados.

Aprenda aqui como reduzir os gastos no condomínio com a portaria terceirizada.

Uma lista com números de emergência, como Polícia, bombeiros, empresa de manutenção de elevadores, administradora, além dos números do síndico e do zelador, deve ser providenciada. Se ocorrerem imprevistos, o porteiro saberá com quem entrar em contato rapidamente.

O síndico também precisa orientar os moradores sobre o que é ou não atividade do porteiro. Carregar sacolas de compras, cuidar de crianças, guardar chaves na portaria, manobrar carros ou liberar acesso direto aos visitantes não são tarefas de um porteiro profissional. Mesmo que os moradores tenham uma relação próxima com o porteiro, deve respeita-lo como um profissional da segurança do condomínio.

A Intersept oferece serviço de portaria presencial para seu condomínio ou empresa

Conte com a Intersept para contratar porteiros profissionais e sempre atualizados com as normas de segurança: conheça mais sobre o serviço de portaria terceirizadaOferecemos também diversos serviços terceirizados para condomínios ou empresas. Entre em contato e tire suas dúvidas: (41) 3266-9581 l WhatsApp: (41) 98854-0059 l E-mail: comercial@intersept.com.br

 

Posts recomendados
Comentários
  • Ana Clara
    Responder

    Nossa, as funções do porteiro no condomínio realmente não são muito claras para todos nós, às vezes ficamos na dúvida se devemos ou não solucionar certas situações. Ótimo texto!

Deixe um comentário